quarta-feira, 9 de abril de 2014

O significado da palavra Namastê

    
                                NAMASTÊ A TODOS!

A palavra  NAMASTÊ  tem um significado lindo e profundo é o cumprimento que deve vir do coração desejando o melhor ao outro. 
               
A palavra NAMASTÊ é o cumprimento em sânscrito que literalmente significa “Curvo-me perante a ti”.
NAMAS (reverenciar, saudar, curvar-se)
TE (ti).


Namastê é a forma mais digna de cumprimento de um ser humano para outro.

Expressa um grande sentimento de respeito.

Invoca a percepção de que todos nós compartilhamos da mesma essência,da mesma energia, do mesmo universo.

Namastê possui uma força pacificadora muito intensa.

Em síntese é “Saúdo a você, de coração”! e deve ser retribuído com o mesmo cumprimento.

O Deus que habita em mim saúda o Deus que habita em você.




O Deus que há em mim saúda o Deus que há em ti.

O Espírito em mim reconhece o mesmo Espírito em você.

A minha essência saúda a sua essência.

As pessoas que trocam indiferença, desconfiança ou ódio, são pessoas que esqueceram que Deus habita cada ser.

Conhecido pelos budistas como Anjali Mudra, consiste no simples ato de pressionar as palmas das mãos ante o coração e os dedos apontando para cima, no centro do peito.

Inclina-se levemente a cabeças em ser acompanhado de palavras.

Frequentemente fecha-se os olhos, para então curvar-se a coluna, em sinal de respeito à divindade que preenche todos os espaços do universo.

A coluna retorna à posição ereta mais lentamente do que quando abaixou, também simbolizando respeito à outra pessoa.

Os cinco dedos da mão esquerda representa m os cinco sentidos do coração, enquanto os dedos da mão direita representam os cinco órgãos da razão.

Significa então que mente e coração devem estar em harmonia, para que nosso pensar e agir estejam de acordo com a Verdade.

Também é um reconhecimento da dualidade que existe no mundo, simbolizando a união das polaridades, esquerda e direita, bem e mal e sugere um esforço de nossa parte para manter essas duas forças unidas em equilíbrio.

Dez dedos unidos no Namastê.
O número dez é símbolo da perfeição, da unidade, do equilíbrio perfeito.
Os dez Mandamentos
As dez emanações da Árvore da Vida,
Os dez vértices da estrela de Pitágoras.
A Parábola dos Dez Talentos (Mt,25)
Toda a criatura é um reflexo dos Dez Atributos Divinos:
Apego,
Bondade,
Conhecimento,
Entendimento,
Esplendor,
Harmonia,
Perseverança,
Realeza,
Sabedoria,
Severidade.

Namastê traz o Sagrado para dentro de cada ser humano, afirmando que Deus não está no céu, num templo ou mesmo na natureza.

Deus está em tudo, em cada um de nós e qualquer dissociação da imagem do divino da nossa é inútil.

Ao fazer o Namastê, afirmamos que todos somos filhos e partes do Sagrado, indissociáveis e iguais.

A palavra Namastê (pronuncia-se Namastê) é composta de duas palavras sânscritas: Nama (reverência, saudação) e Te, que significa você.

 Em síntese é saúdo a você, de coração, ao que deve ser retribuído com o mesmo cumprimento. 

Pelos meios esotéricos acabou ganhando o significado floreado de "O Deus que habita em mim saúda o Deus que há em você".

O gesto do Namastê, conhecido pelos budistas como Anjali mudra, consiste no simples ato de juntar as palmas das mãos ante o coração (ou mais precisamente o chakra do coração), e inclinar levemente a cabeça. 


Metaforicamente, os cinco dedos da mão esquerda representam os cinco sentidos de karma, enquanto os da direita representam os cinco órgãos do conhecimento. 

Significa então que mente e coração devem estar em harmonia, para que nosso pensar e agir estejam de acordo com o Dharma.

 Também é um reconhecimento da dualidade que existe no mundo e sugere um esforço de nossa parte para trazer essas duas forças unidas em equilíbrio.

Contando os dedos, um total de dez é alcançado. O número dez é símbolo da perfeição, da unidade, em todas as tradições antigas.

 As dez Sephiroth na Árvore da Vida, os dez Mandamentos, o símbolo da criação no sistema de Pitágoras e o número do equilíbrio perfeito para os antigos Chineses.

A mitologia por trás deste gesto é no mínimo curiosa: conta-se que o Deus Krishna escondeu as roupas de algumas garotas que se banhavam no rio Yamuna. 

Elas suplicaram de todas as formas a ele para devolvê-las, mas Krishna permaneceu irredutível (sacana, não?). 

Somente quando elas fizeram o gesto do Namastê é que ele ficou satisfeito e devolveu as roupas.

quarta-feira, 2 de abril de 2014

'Om Namo Bhagavate Vasudevaya' by Anand Richa

Mantra OM Namo Bhagavate Vasudevaya


OM NAMO BHAGAVATE VASUDEVAYA (do sânscrito): é um dos mantras de evocação à Krishna. 


OM é a vibração interdimensional que interpenetra a tudo e a todos.

NAMO: Saudação ou reverência ao poder divino.


BHAGAVATE: Respeito ao Senhor.

VASUDEVAYA: Vasudeva é o nome da família carnal que criou Krishna.

O Ya acrescentado no final significa a característica ativa (masculina) do mantra.

Quando alguém faz esse mantra completo, evoca Krishna como homem que também viveu aqui na Terra e sabe das dificuldades enfrentadas por todos.

" Om Namo Bhagavate Vasudevaya "é um mantra de Bhagavan Sri Krishna.

Significa literalmente: "Prostração para Bhagavan Vasudeva". "Rendição ao Sri Vasudeva 'nele está implícita.

Agora, a prostração, saudação, é um símbolo externo da união interna.

Quando fazemos namaskara a uma divindade no templo, a um amigo ou qualquer pessoa, nos unimos ambas as palmas das mãos e nos dobrar baixa.

Este namaskara,e a união das palmas das mãos são indicativos do sentimento de união de si mesmo com a outra.

"Eu e você somos um" - isto é prostração, que é namaskara . "Bhagavan Vasudeva, eu sou um com você" é um espírito de entrega, e aqui começa meditação sobre Bhagavan Vasudeva.


Quando este mantra é cantado também cria a atmosfera necessária na mente para a contemplação em Bhagavan Vasudeva, para começar a meditação e sentir Sua presença.


Esta regra aplica-se a todos os outros mantras, também.

Deva Premal - Om Namo Bhagavate

quinta-feira, 14 de março de 2013

Respiração Completa



                          Respiração Completa

A maioria das pessoas respiram rasamente, e mesmo aqueles que trazem a respiração conscientemente pelo abdomem podem estar deixando algum detalhe de fora.

Inicialmente exale todo o ar, usando o abdomem para auxiliá-lo.


 Inale profundamente, puxando o ar pela expansão do abdomen. 

Continue inalando até preencher de ar todo o pulmão superior e a região da garganta. Mantenha o rosto relaxado. 

Retenha por alguns segundos, ainda com o rosto relaxado.

 Exale lentamente, primeiro o ar da parte inferior, depois superior dos pulmões e finalmente o ar que estiver na região da garganta. 

Contraia o abdomem até forçar todo o ar para fora. 

Trabalhe para aumentar o tempo de cada fase de inspiração - retenção - expiração , sempre que o tempo do ciclo em exercício seja alcançado de forma natural e não forçada.

Não conte o tempo com um relógio, permita que seu corpo seja o relógio!


 A proporção da inspiração - retenção -expiração na respiração completa deve ser de 1:1:1.

quarta-feira, 23 de janeiro de 2013

O Chakra Laríngeo


                                   O chakra Laríngeo

É a passagem do consciente na cabeça para o inconsciente no tronco, e a passagem da alma para o espírito. 

Este chakra é o sentido vital que permite passar para a nossa alma ou psicomental, conhecimentos abstratos, fluir a intuição e ter percepções crísticas ou divinas.

 O chakra laríngeo no pescoço é um centro de força e de poder, é o comando oculto de nossa força, e para entender isso feche os punhos e faça muita força, você vai sentir que o centro da força está no meio do pescoço. 

Quando levantamos um peso, quando fazemos ¨ braço de ferro ¨, quando evacuamos as fezes, o comando é no pescoço, e ocultamente é por isso que, pessoas que sofrem traqueotomia, que possuem um furo na garganta, não controlam mais as fezes.

Fica fácil você entender que se trabalharmos este centro, adquirimos mais força e controle dessa força.

O chakra Laríngeo tem aspecto de uma flor com 16 pétalas ou disco com 16 raios, sendo que 8 pétalas ou discos nós já temos despertos e desenvolvidos no padrão evolutivo atual, e temos 8 pétalas que não estão desenvolvidas, mas que se forem despertas, permitem primeiro, a iluminação do chakra e perceber o pulsar de sua luz de cor azul índigo quando fecharmos os olhos, e depois gradativamente desenvolver poderes superiores, como aumento da audição física, maior força e comando dessa força no corpo, clariaudiência etérica ou ouvir sons de outros planos, entendimento do modo de pensar dos outros, ter o poder da palavra, o que se fala acontece pela mantrika shakti, e por fim a visualização de formas pensamentos.

sábado, 28 de abril de 2012

Meditação

                             
       
                                             Meditação

Um Exercício Místico que pode ser usado diariamente.

Concentre a sua mente interiormente no ponto entre as sobrancelhas (como o terceiro olho), imagine um ilimitado lago de paz.


Sinta um eterno círculo de paz ondulante à sua volta.


Quanto mais você observar atentamente, mais sentirá as ondulações de paz se expandindo das sobrancelhas para a testa, da testa para o coração e do coração para cada célula do seu corpo.


Agora as águas de paz transbordam as margens do seu corpo e inundam o vasto território da sua mente.


A torrente de paz flui além dos limites da sua mente e se move em infinitas direções.


Respire profundamente numa contagem até cinco, repetindo por mais ou menos um minuto.